Licenciamento de marcas é: TIME!

LI_Banner_Site_Licenciamento_COMERCIAL
Licenciamento de marcas é: Comercial e Vendas!
18 de setembro de 2019
LI_Influencia_Site
A influência das marcas na decisão de compra
16 de outubro de 2019
LI_Banner_Site_Licenciamento_Time

O post de hoje é o terceiro post da série “Licenciamento de Marcas é!”. Já contamos porque Licenciamento de marcas é Marketing e Comercial e Vendas, e hoje vamos contar porque o Licenciamento de Marcas também é TIME.

Aqui na Licencie, costumamos receber demandas para projetos de Licenciamento de Marcas vindas de diversos setores de uma empresa: ela pode vir do time de produto, diretoria, gerência comercial, área de desenvolvimento, área de estilo. Isso porque, o Licenciamento pode atender a várias necessidades: 

  • ampliar o mix de produtos,
  • ampliar as fontes de receita, 
  • vender produtos com maior valor agregado, 
  • reduzir a capacidade ociosa da indústria, 
  • entre diversos outros desafios que o Licenciamento de Marcas consegue ajudar uma indústria a resolver.

O Licenciamento envolve basicamente 5 setores de uma indústria:

COMERCIAL E VENDAS – A primeira coisa que uma marca avalia para aprovar ou não um contrato de Licenciamento são os 4 Ps. E não tem como falar de produto, preço, praça e promoção sem envolver comercial e vendas. Eles conhecem as necessidades do cliente final, apoiam na precificação, margem de negociação, e serão os responsáveis por vender os produtos licenciados. Fundamental envolver comercial e vendas desde o início do processo.

MARKETING – O marketing também deve estar envolvido num processo de Licenciamento desde o início. É do marketing que podem vir as referências (que marca licenciar, qual a tendência, quem está em alta nas mídias sociais), e também será essa área a responsável por fazer a divulgação de que a sua indústria agora tem uma marca forte.

PRODUTO – Qualquer programa de licenciamento de marcas passa pela área de Produto, Desenvolvimento, Estilo.  Essa área irá trabalhar o style guide da marca, todo o mix de produtos, coleção da linha Licenciada, virá dessa área. É aqui onde a mágica acontece, todo o storytelling, atributos da marca são transferidos para o produto!   

FINANCEIRO – O financeiro traz um olhar técnico que instrumentaliza a tomada de decisão. Pode tratar do planejamento financeiro com determinação de diferentes cenários (otimista, realista, médio), indicar precificação e reportar os royalties. Na fase de negociação de um contrato de Licenciamento, o time financeiro quem faz toda a análise de impostos, fretes, margens, para precificar o produto licenciado. E assim a projeção de vendas enviada a marca esteja alinhada com a realidade. 

JURÍDICO – O jurídico ficará responsável por fazer as análises do contrato de licenciamento. Rege a relação completa entre as partes. E normalmente é envolvido somente na discussão da minuta contratual, e/ou análises de auditoria. É muito importante que o departamento esteja envolvido no início do processo para evitar surpresas desagradáveis quando a negociação estiver muita avançada. 

Já tivemos alguns casos em que o processo de Licenciamento avançou super bem com a marca, e quando chegou no financeiro ou no jurídico acabou inviabilizando por questões relacionadas a valor mínimo garantido, verbas, preços e cláusulas de contrato não possíveis de alteração.

É por isso que gostamos de dizer que Licenciamento de Marcas é um projeto de TIME! É necessário que todas as áreas sejam envolvidas e comprem a ideia internamente para que o processo seja redondo do início ao fim!

Continue acompanhando nosso blog, Instagram e Linkedin que temos muita informação especializada em licenciamento de marcas!

Tem alguma dúvida em relação ao Licenciamento de Marcas? Escreve pra gente! contato@licencie.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *